Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

FRAUDE de RESTITUIÇÃO de Imposto de Renda Pessoa Física

pode contar agora uma história real de uma fraude de r uma fraude que na verdade é muito mais comum do que possa imaginar a história de um funcionário que trabalhava numa empresa e que ele tinha por exemplo ali um valor de instituição que era muito pequeno quando de repente ele foi ali chamado por outros funcionários que trabalhavam junto com ele que pegava a contratação de um serviço de contabilidade para fazer ali os seus imposto de renda só que eles fazem uma mágica eles pegavam a quem o valor de inscrição que é bem pequeno e transformava num grande valor de restituição e aí eles conseguiam restituir um valor significativo restituir o valor a restituir o valor usar o valor para fins pessoais obviamente porque se você precisa da instituição obviamente você quer utilizar esse valor fica esperando por esse valor e aí fez essa utilização toda até que um dia a receita chamou ea receita chamou e tinha todas as informações mas falando quem é essa pessoa que está declarado como seu dependente você tem essa pessoa que como sendo o seu filho não nem sei quem é essa pessoa mas quando você paga esse tipo de pensão alimentícia falou mas nem sou separado mas foram essas despesas médicas que são declaradas aqui onde a questão a comprovação mas eu nem pago a despesa médica a empresa que paga o convênio médico para nós o pegamos absolutamente nada então nós fizemos aqui as suas contas ea verdade é que você teve um valor de restituição quando na verdade você tinha um valor a pagar e eu fazer as suas contas dos últimos anos você nos deve o valor de x mas como é que eu vou pagar agora eu contratei uma pessoa para fazer serviço pra mim a mas se você contratou uma pessoa para fazer serviço para você essa pessoa que ela fez está errado e você pode responder por fraude em relações mas como nós somos muito legais com você se você fizer aí o parcelamento vamos esquecer toda essa história você vai assumir o pagamento só aí e nós vamos esquecer toda essa história você não vai ter nenhum problema mas saiba que nós poderíamos inclusive acionar você por fraude contra o imposto de renda essa história é real e é muito mais comum do que você possa imaginar são pessoas que estão utilizando de forma inapropriada inadequada em relação aos seus rendimentos ou as suas despesas e estão com isso tendo restituições indevidas só que hoje nós temos um cenário que é completamente diferente do que era o cenário há dez anos atrás por exemplo há dez anos atrás para receita federal conseguiu identificar esse tipo de fraude ela tinha que ter documentos ela tinha que solicitar os documentos dos contribuintes ela tinha que requisita é que você viaja por exemplo os símbolos médicos que você declarou ou as despesas de dentistas que você declarou o os pagamentos que você diz que efetuou os valores que você pagou de pensão alimentícia ou não os dependentes que você disse que tinha não tinha como checar imediatamente se esses dependentes de fato existe ou não produção de classe lá eu tenho um filho tal eu precisava colocar o cpf do dono filho de colocar informação nenhuma eu simplesmente colocava do desenvolvimento e colocava os dados dele e qual é o grau de parentesco e pronto já que as coisas agora são completamente diferentes tudo mudou e tem gente que ainda não entendeu isso só que está entendendo de forma prática todos os efeitos que esse tipo de fraude pode trazer a primeira coisa que você tem que considerar quem é o profissional que você está contratando para fazer o seu imposto de renda que tipo de serviço e lhe oferece um milagre uma instituição milagrosa ele te oferece a possibilidade de incluir dados incorretos na sua declaração se você por exemplo oferecer profissional ele aceitar fazer isso que tipo de profissional ele é e você que tipo de risco você está disposto a correr anunciou mais é muito injusta nossa tributação é claro que é justo também concordo com você que é injusta mas enfim o que é e que é justo sob o ponto de vista tributário hoje nosso país agora que tipo de situação você quer correr você prefere arcar com uma despesa a mesma despesa adicional mas arcar com uma despesa de vida conforme o governo determina ou você quer correr todo o risco achar que está tirando uma vantagem e o governo que tem todas as informações na mão tem tudo lá na mão tudo ele não precisa de mais nada não precisa pedir para você entregar algumas igreja tem as informações ele não precisa pedir pra você apresentar os dados sobre os seus dependentes já tem essas informações o governo não precisa de informação nenhuma sua porque ele já tem essas informações porque existe uma coisa que chama se cruzamento de dados do fisco e nesse cruzamento de dados ele pega toda base de dados dele toda base de dados e junto essa base toda de forma simples simples tudo no seu cpf sabe tudo o que aconteceu na sua empresa que você só pessoa fiz o que você comprou o que você pagou os quais são as pessoas que estão ligadas à você e todas as funções ele tem lá tomar cuidado com o físico porque isso pode trazer sérios problemas à sua pessoa física bom mas abraço e até a próxima



Deixe aqui seu comentário ou uma sugestão!